O Portal G1 apresentou reportagem sobre a safra de urucum de 2017.

Como o título "Safra de urucum anima produtores paulistas" o Site G1 apresentou em 28/05/2017 uma reportagem sobre a safra 2017 de urucum. Com imagens de Valdir Pietro e reportagem de Patrícias Dias, utilizando a produtores de Morutinga do Sul (SP) a reportagem mostra a melhoria da safra de urucum esse ano em comparação com o ano passado (2016). Veja a reportagem clicando aqui.

Fungos em urucum

Um dos grandes riscos na pós-colheita das sementes de urucum é o desenvolvimento de fungos durante o período de armazenamento. O manejo inadequado durante os processos de coleta, secagem e beneficiamento pode gerar grãos com elevada contaminação por fungos que durante o período de armazenamento podem se desenvolver inutilizando todo o lote. Por isso a umidade das sementes durante o armazenamento é extremamente importante como forma de controlar essa contaminação. Além de ocasionar a perda de pigmentos ou mesmo de toda a produção, a presença de fungos nas sementes de urucum pode levar a falhas na germinação, contaminação das raízes, colo e tecido vascular das plantas, tendo como conseqüência

O Perú como exportador de corantes de urucum.

O Perú sempre se destacou como um dos grandes exportadores mundiais de corantes de urucum. Com grande empresas instaladas em seu território como Biocon del Peru, Imbarex, Aicacolor, Frutarom Peru S.A., as exportações de corantes de urucum desse país vem crescendo a cada ano. Em 2015 o Perú exportou 479 Toneladas de corante, com uma receita de U$ 13 milhões. Em 2016, o Perú teve um crescimento nas exportações de aproximadamente 1%, exportando 486 toneladas de corante, com um crescimento de 6% na receita, ou seja, U$ 14 milhões. Em 2017, até março, as exportações de corantes de urucum do Perú, quando comparadas com o mesmo período de 2016, cresceram 7%, mas a receita desse comércio aumentou

Posts Em Destaque
Publicações recentes
Arquivo
Procurar por tags

© 2017 www.ourucum.com.br.