CORANTES DO URUCUM

Podemos classificar os corantes de urucum quanto a algumas de suas características como:

  • Soluções hidrossolúveis – constituídas principalmente pelo sal de sódio e potássio da norbixina, solubilizado em soluções fortemente alcalinas. Esses corantes são geralmente comercializados em concentrações que variam de 0,5% a 4% de norbixato.

  •  Soluções lipossolúveis – a bixina e a norbixina são os principais pigmentos desse tipo de corante. Nesse grupo estão contidos também alguns produtos de degradação (carotenóides de menor peso molecular) resultantes do aquecimento prolongado da bixina ou da norbixina durante a produção do corante. Esses processos conferem ao corante final uma maior solubilidade e estabilidade à luz e ao calor. Os corantes lipossolúveis são geralmente comercializados em concentrações inferiores a 0,5% de bixina ou norbixina.

  •  Suspensões lipossolúveis – são suspensões microcristalinas de bixina ou norbixina em óleo vegetal. Esse tipo de corante pode apresentar concentrações superiores a 5% do carotenoide.

  •  Suspensões lipossolúveis ou hidrossolúveis – são constituídas por uma mistura dos pigmentos do urucum (onde predominam a bixina ou norbixina) com emulsificantes e água ou óleo. São geralmente comercializadas em concentrações inferiores a 3% do princípio ativo.

  •  Corante "hidrossolúvel" em pó – obtidos a partir do sal de norbixina desidratados, esses corantes se caracterizam pela alta concentração de norbixato (geralmente superiores a 20%).

  •  Corante lipossolúvel em pó – esse tipo de corante pode conter tanto a bixina como a norbixina, dependendo do processo de fabricação. As propriedades de ambos os pigmentos são similares e podem ser encontrados em concentrações superiores a 20% do principio ativo.

  •  Corantes microencapsulados – a encapsulação dos corantes de urucum aumentam muito seu espectro de utilização, podendo conferir ao corante uma maior estabilidade a diferentes pHs e a fatores como o oxigênio e a luz.

Além dessas formulações, os corantes de urucum são comercializados em misturas a outros pigmentos naturais. Um exemplo disso são as misturas com os pigmentos da cúrcuma (Curcuma longa L.), muito importante para as indústrias de massas.

O colorífico ou colorau, apesar de ser considerado mais um condimento que um corante, é utilizado principalmente para a adição de cor em uma série de alimentos na culinária doméstica. Ele é descrito como um produto constituído pela mistura de fubá ou farinha de mandioca com sementes de urucum ou extrato oleoso de urucum, adicionado ou não de sal e de óleos comestíveis. Saiba mais sobre colorau clicando aqui

© 2017 www.ourucum.com.br.