PRAGAS E DOENÇAS DO URUCUM

Pragas

          Por levar desvantagens na competição por nutrientes e água, o urucuzeiro é muito sensível à invasão de plantas daninhas, principalmente no primeiro ano do plantio.FRANCO et al (2008) apresentam uma série de pragas que podem trazer danos ao urucum, entre eles, a formiga cortadeira, Trips, percevejos, cochonilhas, coleópteros e ácaros. Segundo os autores, as formigas cortadeiras poder ser observadas durante todo o ciclo de vida da planta, mas os maiores problemas são causados durante o primeiro ano do plantio.

          Ainda segundo FRANCO et al (2008), a espécie de trips mais encontradas no urucuzeiro é o trips de faixa vermelha (Selenothrips rubrocinctus). Seus ovos são depositados nas folhas e sua incubação leva em torno de 10 dias. Sua presença é identificada pela descoloração das folhas com pontos escuros no sua parte inferior. Em ataques intensos acontece o desfolhamento quase que total.

         A espécie de percevejo que mais atacam o urucum pertence à espécie Leptoglossus gonagra. Atacam principalmente as cachopas em desenvolvimento penetrando no seu interior e provocando danos às sementes. FRANCO et al (2008) recomendam pulverizações com inseticidas organofosforados para seu controle. 

 

          As cochonilhas mais encontradas no urucum são das espécies Pinnaspis minor e Pseudococus sp. (FRANCO et al, 2008). Elas se alojam em seus ramos e folhas e provocam o definhamento da planta. Sua presença é percebida por pontuações brancas em diversas partes das plantas. O coleóptero que causa dano ao urucum foi identificado como  caruncho-do-urucum (FRANCO et al, 2010). Esse inseto ataca as sementes tanto no campo com no armazenamento, diminuindo sua qualidade.

          Os ácaros mais comum encontrados nos urucuzeiros pertencem à família Tetranychidae, também conhecidos como ácaros vermelhos. Segundo FRANCO, et al (2010) podem ocorrer tanto em plantas jovens como adultas, atando as folhas provocando sua queda.

Doenças

          Assim como é resistentes a maioria das prgas, o urucum também é bastante resistentes às principais doenças que acomentem outras culturas. A principal doença do urucum é ocasionada por um fungo pertencente à família Reysiphaceae, conhecido como oídio. Segundo FRANCO et al (2008) o oídio é mais comum em temperaturas amenas e em altitudes superiores a 700 m. A doença é caracterizada por manchas brancas espalhadas pelas folhas e cachopas.

          Trabalhos interessantes sobre os fungos que acometem a planta e as sementes do urucum podem ser encontrados nos seguintes endereços: www.biologico.sp.gov.br/artigos_ok.php?id_artigo=170www.biologico.sp.gov.br/artigos_ok.php?id_artigo=172

© 2017 www.ourucum.com.br.